Wolverine – Arma X

Wolverine Arma X

Recordo me quando eu li pela primeira vez esta saga… Lembro de ficar muito, muito perdido, de ler devagar, olhando cada detalhe. Wolverine – Arma X é uma das edições obrigatórias para qualquer fã de HQ´s. Sério. Na época que eu li, ela foi lançada num formatinho da Abril, Wolverine Extra 1. A capa dava medo, o nome do autor até então me era desconhecido e tive medo de ser uma bela porcaria. A verdade é que eu fiquei tão abismado com o ritmo, desenhos, narrativa e com a história em si que eu demorei um tempo, uns meses, pra descobrir se eu havia gostado ou não. Até que com um pouco mais de maturidade e lendo mais uma vez, acho que na época da faculdade, eu descobri como é uma HQ Fantástica. E agora acabei comprando na coleção de Graphic Novels da Salvat e não me arrependo nem um pouco. A qualidade to material é ótima e ter em capa dura faz toda a diferença.
Em Wolverine Arma X nos é apresentada uma versão da origem do Logan. Digo, não a origem dele em si, mas das garras e do esqueleto de adamantium. Nesta época o Magneto ainda não havia retirado o adamantium dos ossos dele, então ainda não haviam inventado que as garras já estavam lá feitas de osso, o que dá a entender que elas foram colocadas lá quando ele foi feito uma arma.
A narrativa é excelente. Como foi feita já no final dos anos 80, é visivel como tem o ritmo da época. A ciência envolvida é muito interessante e os traços são tão organicos, que parece que a carne está derretendo do corpo dele. O traço é visceral, vivo, respirando. Fora que as cores são tão fortes, tão vivas, que parece tudo psicodélico, com quadrinhos bem definidos, porém com algumas quebras, como se fossem os anos 70 dando adeus e a chegada dos desenhos mais loucos dos anos 90… mas sem perder a selvageria dos anos 80 sabe assim ? rs…
Fora que a HQ inteira é toda produzida pro um homem só: Barry Windsor-Smith. Este cara deve ser consumidor de LSD, cogumelo e tudo junto pra conceber tamanha complexidade de história. Ele consegue misturar ciência, psicologia, brutalidade, conspiração, drama e suspense de um modo que faz dele único. É como uma característica só dele. Cara, me arrepio com as HQ´s desta época. Nunca mais… diria que foi um dos momentos de auge da Marvel. Antes era tudo inocente, depois, tudo comercial. Neste entre-meios tivemos uma fase de pura arte. Se você é leitor novo, que começou a ler dos anos 2000 em diante, precisa dar um pulo num sebo e começar a pegar as revistas dos anos 80 até meados dos anos 90. Aí sim você vai entender o que eu estou falando.
Nesta revista, Logan é retratado de um modo de que, embora ele seja o protagonista, ele está lá apenas de fundo. O personagem principal mesmo é o processo, é a HQ. Vemos um homem que luta por sua humanidade, não deixando a fera tomar conta. Vemos um processo de busca de sua própria humanidade, mas sem ser clichê. Fora todo o sangue, amputações, assassinatos brutais… a essência do Wolverine, e não este cara manso dos dias de hoje. Este politicamente correto de uns 15 anos pra cá, que está acabando com a arte. Penso que a maior prova de que estamos evoluindo ao contrário é a necessidade de tantas regras sociais. Se não evoluímos por nossa própria consciência, não há evolução. Politicamente correto é o maior atraso de vida do ser humano, pode anotar aí… ;ppp
 Wolverine Arma XBom, é isso. Se quer ler algo bom, com desenhos bem doidos, narrativa inteligente e um Wolverine fiel a si mesmo, esta edição é o que você procura !
 
Abraços do Quadrinheiro Véio !!!
 
 
 
 
 
 
Wolverine Arma X

 

 

 

 

Wolverine Arma X
 FACEBOOK